9 de janeiro de 2018
(86) 9810-8310 / 98153-2296
portaldodelta.redacao@gmail.com
Logo do Portal do Delta
Publicidade

Postado por Delta em 09/jan/2018

A PROVA DO ATOLEIRO

EM DIVERSOS MUNICÍPIOS E ALGUNS ESTADOS DO PAÍS, GESTORES OSTENTAM O FATO DE TEREM PAGO O SALÁRIO DE DEZEMBRO E O 13º EM DIA

Resultado de imagem para dinheiro

                                                          Pagamento do 13º virou “feito” de alguns gestores (Foto: Reprodução/Internet)

Que o país enfrenta um momento de crise em diversos segmentos, isso todos nós sabemos. Que administrar a coisa pública não é tão fácil como muitos pensam, nós também sabemos. A vida de um gestor é bastante atribulada, as responsabilidades são enormes e agradar a todos é impossível. No atual cenário, tudo fica mais complicado para um governante.

No entanto, não deixa de ser uma decadência o que temos visto em dezembro e nesse começo de janeiro. Em diversas cidades do Piauí e até de outros estados, vimos prefeitos exibindo como grande feito de suas administrações em 2017 o fato de terem conseguido pagar o salário de dezembro e o 13º salário do funcionalismo público em dia. Até governadores de alguns estados também fizeram isso!

É óbvio que o gestor que honrou os compromissos com a folha demonstra ter sido bem mais responsável do que aqueles que não o fizeram. No entanto, ostentar o fato de pagar em dia aquilo que a lei manda é a prova do atoleiro em que as gestões públicas do país vivem. Repito: demonstra ser responsável e age com retidão o gestor que paga os trabalhadores em dia, mas ostentar essa obrigação como “realização de um governo” é uma ação decadente.

Muitos gestores gostam de comparar! Citam insistentemente como exemplo o fato de que outros governantes não pagaram os servidores e mergulharam seus municípios e/ou estados num caos. Mas existe um ditado que diz: para ser melhor do que zero, basta ser um!

Prefeito ou governador que atrasou a folha salarial e consequentemente prejudicou a vida dos cidadãos deve ser repudiado, mas nem por isso os que pagaram devem posar de heróis. Quem não pagou deixou de cumprir a lei e quem pagou apenas a cumpriu.

Num município, estado ou país onde o gestor pensa grande, não se faz propaganda por ter pago salário em dia. Honrar a folha salarial e pensar nas famílias dos servidores é tão somente um ato de responsabilidade do gestor público, mas jamais de heroísmo.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!