27 de dezembro de 2018
(86) 9810-8310 / 98153-2296
portaldodelta.redacao@gmail.com
Logo do Portal do Delta
Publicidade

Postado por Delta em 27/dez/2018

Eleição Alepi: nome de Themístocles dificilmente será desbancado, acredita cientista político

O pleito de 2018 nem havia se findado ainda quando as especulações sobre quem deveria disputar a presidência da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) começaram a circular. Nomes foram ventilados e negociações tiveram início. A eleição deve acontecer no dia da posse dos deputados estaduais eleitos e reeleitos para um mandato quadriênio na Assembleia do Piauí que acontecerá no dia 1º de fevereiro de 2019.
Além do nome do deputado Themístocles Filho (MDB), surgiu outro candidato à presidência da Alepi: Hélio Isaías (Progressistas). Este é a aposta do senador Ciro Nogueira (Progressistas) que defende uma alternância no poder, embora afirme que não tenha nada contra o deputado Themístocles Filho. Segundo comenta-se nos bastidores locais, o deputado federal Assis Carvalho, presidente do PT no Piauí, e o senador Ciro Nogueira se juntaram para retirar a oportunidade de Themístocles se reeleger para seu oitavo mandato na presidência daquela Casa Legislativa.
Fato que, segundo Robert Bandeira, mestre em Políticas Públicas e doutorando em Sociologia, deve ser muito difícil de acontecer. “Alguns nomes surgem, mas acredito que o nome de Themístocles dificilmente será desbancado”, destacou Bandeira, analisando a eleição de 2018 onde Themístocles saiu, praticamente, de uma chapa majoritária para apoiar a reeleição de Wellington Dias.
“Certamente deve ter surgido algum tipo de realinhamento ou arranjo que podemos colocar de políticos naquele momento. Não afirmo que isso existiu, mas fica nas entrelinhas”, concluiu Bandeira.

Fonte: OitoMeia

0 Comentários

Deixe o seu comentário!