Eletrobras Piauí eliminará gambiarras elétricas em Municípios do Estado

Por Delta | 28/02/2018 | Sem Comentários

Eletrobras Piauí eliminará gambiarras elétricas em Municípios do EstadoEletrobras Piauí eliminará gambiarras elétricas em Municípios do Estado

Os prefeitos do Piauí poderão financiar recursos, com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para investir em obras de eliminação de ligações elétricas clandestinas, as chamadas gambiarras. Foi o que anunciou o presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, em reunião na Associação de Piauiense de Municípios (APPM), na última sexta-feira (23), na qual estava presente o presidente da Eletrobras Distribuição Piauí, Arquelau Amorim.

Paulo Rabello explicou que o Piauí é pioneiro nesse tipo de linha de crédito que garantirá o atendimento dos Municípios piauienses pelo BNDES. “Vamos sair da combinação para a ação e fazer o BNDES cumprir a função S, que é a social”, frisou.

O presidente da Eletrobras Piauí, Arquelau Amorim, destacou que é de grande interesse da Distribuidora acompanhar essas tratativas do BNDES com os prefeitos e poder executar as obras. “Para a Eletrobras Piauí, esse financiamento é de suma importância porque contribui para a Empresa diminuir as perdas comerciais (não-técnicas), aquelas que advêm de furto, desvio e de gambiarras”. Em 2017, as perdas totais da empresa somaram 28,01%, das quais, 16,02% são de perdas não-técnicas, equivalentes a 803 GWh, e decorrem, em 45% dos casos, de irregularidades praticadas por consumidores.

“Os 803 GWh de energia perdida por fraude, desvio e deficiência seriam suficientes para abastecer o consumo de metade das unidades consumidoras residenciais do Piauí durante o ano de 2017. Aplicando a perda comercial à tarifa média de venda de energia elétrica, obtêm-se o montante de R$ 311 milhões, recursos que poderiam ser aplicados  na ampliação dos investimentos da Distribuidora em melhorias e construções de redes, além de servir de base para a revisão tarifária”, contabilizou Amorim.

Conforme explicou o presidente Amorim, os Municípios farão o financiamento e repassarão os valores para a Eletrobras executar as obras. Esta fará encontro de contas com as Prefeituras para que haja o pagamento do valor repassado para a Distribuidora.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!